Casos de dor de ouvido aumentam no verão. Saiba evitar o problema

Casos de dor de ouvido aumentam no verão. Saiba evitar o problema

A dor de ouvido é mais presente nos meses mais quentes do ano. As altas temperaturas, resultado dos dias quentes da estação e a maior frequência das pessoas em piscinas e praias pode causar uma sensação de desconforto e dor nos ouvidos.

Conhecida como otite externa, a dor de ouvido é a inflamação ou infecção do conduto auditivo. Apenas no verão, os casos de otite aumentam cerca de 75%. “Por ser quente, úmido e escuro, o canal auditivo se inflama com facilidade. As infecções causadas por fungos e bactérias, como a otite, aumentam”, explica o otorrinolaringologista Carlos Augusto Seiji Maeda.

A dor de ouvido ocorre pelo contato com a água, durante a natação ou banhos em praias, piscinas ou rios, aliados às altas temperaturas. De acordo com Maeda, o paciente tem a sensação de água no ouvido, coceira, se queixa de dor e, às vezes, da saída de secreção pelo conduto auditivo.

Para a prevenção, o especialista recomenda cuidados para não molhar o ouvido. “Durante a natação é possível usar protetores auriculares. É também deve-se evitar manipular os ouvidos com hastes flexíveis com ponta de algodão ou outros objetos”, ressalta.

O diagnóstico da otite é feito por meio de uma história clínica e de um exame otorrinolaringológico completo. “No exame observamos o inchaço do ouvido, hiperemia (aumento da vermelhidão) e secreção em quantidade e graus variados”, comenta Maeda. Segundo ele, o tratamento é medicamentoso e recomenda-se que, nesse período, o paciente evite o contato da água no ouvido.

Prevenção da dor de ouvido

Para evitar o problema, o especialista aconselha:

– Sempre secar bem os ouvidos com uma toalha, após nadar ou mergulhar;

– Evitar entrar em mares e rios sujos ou poluídos;

– Se sentir água no ouvido, deve-se inclinar a cabeça para ambos os lados para que o líquido escorra;

– Não usar hastes flexíveis com ponta de algodão dentro do conduto auditivo;

– Use tampões para os ouvidos ou tampões hidrofóbicos que repelem a água;

– Procure um médico sempre que sentir dor de ouvido.

Fonte: Hospital Nossa Sra. das Graças